Pet Fooled mostra pra gente que o que já era ruim consegue ficar ainda pior.

Você assina Netflix? Então não pode perder o documentário “Pet Fooled” (um trocadilho genial com “enganado” e “ração”), que já está disponível com legendas em português.

O documentário é um excelente incentivo para tirarmos de vez as vendas dos olhos.

Isso é, caso alguém realmente ainda acredite que um alimento seco, industrialmente processado, com prazo de validade enorme, e cujo rótulo não dá pra entender (você já leu o rótulo de um pacote de ração?)  seja a opção mais saudável de alimento para nossos cachorros.

Separamos algumas características, digamos….. interessantes…sobre as rações.

Olha só:

  • Processo industrial de alta pressão e alta temperatura, o que gera toxinas cancerígenas!

Isso, por si só, já bastaria, né? Mas vamos continuar…

  • Rações à base de milho frequentemente estão contaminadas com micotoxinas que são cancerígenas, além de sobrecarregarem os rins.

Quer mais?

  • As rações tem um teor de umidade tão baixo, mas tão baixo, que causam colocam em risco a saúde urinária.
  • Rações, em sua maioria, possuem muito amido e pouca carne. Mais da metade das calorias das rações vêm de carboidratos simples (como subprodutos do milho, transgênico) que se convertem em açúcar no corpo. Por isso que muitos cachorros e gatos estão acima do peso, inflamados, com dores, e até diabéticos.
  • Muito amido, pouca carne. Entre 40 e 60% das calorias da maioria das rações, com raras exceções, vêm de carboidratos simples, como subprodutos de milho (sempre transgênico…) que se convertem em açúcar no organismo. Por isso tantos pets hoje em dia estão acima do peso, inflamados, com dores, com infecções crônicas (açúcar é alimento de fungos, leveduras e bactérias) e diabéticos.

Isso porque ainda nem falamos sobre a questionável qualidade da famosa “farinha de subprodutos de frango”, do “glúten de milho”, do “óleo de soja refinado”, da completa falta de frutas e verduras, e nos conservantes utilizados, como o derivado de petróleo BHT.

Enfim, são muitos problemas com uma indústria que parece se preocupar muito mais com lucros do que com a saúde dos nossos cães e gatos.

Aliás, a MARS, maior produtora de ração do mundo e também fabricante de chocolates (como M&Ms e Snickers), é também atualmente a dona da maior rede de hospitais veterinários nos EUA.

Assistam ao documentário e divulguem.

E busquem alternativas verdadeiramente saudáveis.

__
ElevenChimps

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *